H.Olhos | Hospital de Olhos Paulista
Central de Atendimento (11) 3050-3333 - Paulista / (11) 4126-6464 - ABC
H.Olhos | Hospital de Olhos Paulista
Início » 8 dicas para a correta higiene ocular

8 dicas para a correta higiene ocular

A A
21 de abril de 2016

O emprego de medidas de higiene ocular simples reduz o risco de patologias, repercutindo na saúde e bem-estar individual e de toda a sociedade

Apesar de possuir um ótimo sistema natural de proteção (lágrimas, pálpebras, cílios e sobrancelhas), os olhos estão constantemente expostos a diferentes fatores ambientais que podem agredi-los e causar desde um leve desconforto até o comprometimento da acuidade visual.

De acordo com a especialista, Dra. Priscilla Rodrigues de Almeida, o vento, o ar-condicionado e o uso de lentes de contato podem, por exemplo, aumentar a evaporação da lágrima e provocar, assim, um quadro de olho seco. Já a poluição, poeira e maquiagem podem provocar alergia ocular e irritação da superfície do olho, além da possibilidade de servirem como “veículos” de propagação de germes, resultando em infecção ocular. “Diante de tantos fatores de riscos, os cuidados com a higiene e proteção dos olhos são indispensáveis para uma boa saúde ocular”, adverte.

Dra. Priscilla relaciona oito medidas simples que podem evitar doenças oftalmológicas e proteger os seus olhos e, claro, a sua visão:

1- Lave, diariamente, os cílios e as pálpebras com água, podendo associar soluções específicas para a limpeza ocular ou xampu neutro;
2- Remova toda a maquiagem, podendo usar demaquilantes, de preferência testados dermatologicamente e com características hipoalergênicas;
3- Evite colocar as mãos nos olhos, principalmente sem lavá-las antes ou ter utilizado álcool gel. As mãos são os principais condutores para germes, como bactérias e vírus, que podem causar infecções oculares, entre elas, a conjuntivite;
4- Use óculos escuros, em locais externos, para reduzir a exposição dos olhos ao vento, poeira e sol;
5- Colírios lubrificantes podem ajudar, mantendo a lubrificação da superfície ocular e a sensação de olho seco. Mas atenção: toda medicação deve ser prescrita pelo médico oftalmologista, que saberá indicar o tipo de lubrificante e a frequência adequada para cada paciente;
6- Evite compartilhar objetos de higiene pessoal, como lenços e toalhas de rosto;
7- Evite a instilação de substâncias, como água boricada e soro fisiológico, na superfície ocular. O soro contém cloreto de sódio, que pode contribuir para um ressecamento por evaporação da lágrima;
8- Usuários de lentes de contato devem ter muito cuidado com o manuseio delas, evitando doenças que podem ser potencialmente nocivas à visão. Também é fundamental: não dormir, nadar ou tomar banho com lentes, respeitar o tempo de troca e somente lavá-las com soluções multiuso próprias para lentes, impedindo o contato delas com água corrente e soro fisiológico.

Fale com um de nossos atendentes: atendimento online.



H.Olhos | Hospital de Olhos Paulista Voltar

Newsletter

Receba notícias e dicas sobre o H.Olhos em seu e-mail!